RSS

Frango com Polenta .

Ingredientes : Polenta : 9 xícaras (chá) de água, 2 xícaras (chá) de fubá, 1 tablete de caldo de frango, parmesão ralado e sal a gosto. Frango ensopado : 12 sobre-coxas de frango, 4 tomate sem pele e sem sementes picados, cebola, alho, sal, pimenta, azeite.

Modo de preparo : Primeiro, tempere as coxas com cebola, alho, sal, pimenta e um pouquinho de azeite. Refogue-as em uma frigideira (deixa dourar um pouco) e acrescente os tomates picados com o molho. Corrija o tempero ao seu gosto. Leve a água para ferver em uma panela espaçosa para trabalhar bem a polenta. Dissolva o caldo, abaixe o fogo, acrescente o fubá aos poucos para que a polenta não fique empelotada até cozinhá-lo (de 20 a 30 minutos), não pare de mexer sempre. Por último, acrescente o parmesão. Corrija o sal se for necessário. Em uma travessa coloque a polenta, o frango e couve refogada em cima. Prontinho.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de janeiro de 2011 em RECEITAS

 

Colesterol ! Cuidado com esse vilão !

Algumas dicas para diminuir o colesterol.

Com pequenas alterações nos hábitos alimentares você consegue abaixar as taxas do clesterol ruim ( LDL ) e aumentar o colesterol bom ( HDL ). O colesterol é como uma estrada de mão dupla : é fundamental e essencial na produção hormonal, só que em excesso, se transforma em gordura e causa sérios riscos à saúde, podendo nos levar a morte . Todos sabem que o colesterol se não controlado é extremamente perigoso à saúde. Quanto maior as taxas, maior é a quantidade de gordura que circula em nosso sangue. O grande vilão é o LDL que se acumula e cria depósitos de gorduras nas paredes de nossas veias, causando entupimento das mesmas. Existem dois fatores responsáveis pelo aumento do colesterol : genéticos e maus hábitos alimentares. Esse último certamente é o grande responsável pelo aumento do colesterol em nosso sangue. Mas podemos reverter esse quadro fazendo alguns ajustes na nossa dieta alimentar. Toda caloria que é armazenada é transformada em colesterol. Caso a suas taxas estejam acima do recomendado ou se você quer se prevenir e evitar esse aumento deve adotar algumas medidas. As maiores fontes de colesterol ruim são provenientes dos alimentos de origem animal, devido a grade quantidade de gorduras saturadas existentes nesses alimentos. Os maiores vilões são : carnes gordas ( troque pelas magras ), carne vermelha( troque por branca : frango sem pele e peixe de escama ( a melhor de todas as carne ) e pele de aves como frango ( não coma jamais ), leite integral ( troque pelo desnatado ), ovos ( coma só a clara ) e queijos amarelos ( troque pelos brancos ), manteiga, banha de porco ( não coma jamais ). Cuidado com alguns preparados ( bolos e tortas ) que tenham esses ingredientes. As carnes ( vermelha ( limpe a carne tire o excesso de gordura aparente ) e branca ) devem ser consumidas moderadamente no máximo três vezes por semana. Evite as frituras e fique ligado também nos biscoitos recheados e em todos os produtos que levam a gordura trans ( gordura hidrogenada ) na sua composição, pois eles aumentam também as taxas de colesterol ( LDL ). Da mesma forma que existe os vilões, existem os “ heróis”. Óleos vegetais ajudam a diminuir as taxas de LDL entre eles estão : Azeite de Oliva e o óleo de Canola que são ricos em gorduras monoinsaturadas. Entre os óleos com gorduras poliinsaturadas os de : de soja, girassol e milho, aumentam os níveis de HDL, considerado como bom colesterol. Agora o mais importante pratique exercícios físicos, pois são os responsáveis pela queima de gordura e aumento do colesterol bom ( HDL ) e da melhora da sua condição cardio-respiratória. Tudo isso resulta em aumento da sua qualidade de vida e da sua saúde. Saúde é o que interessa !!!

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de janeiro de 2011 em GERAL

 

Brochette de frango.

Ingredientes: 400 g de peito de frango; 50 ml de azeite de oliva; suco de 1 limão; 2 colheres de sopa de manjerona, tomilho e estragão picados a gosto; 2 fatias de pão italiano; 2 laranjas; 2 limões; 200 g de pancetta defumada em fatias; sal e pimenta-do-reino a gosto.

Modo de Preparo: Lave o peito de frango, enxugue e corte-o em cubos de cerca de 3 cm de lado. Coloque-os numa tigela e regue com o azeite e o suco de limão. Adicione 1 colher de sopa das ervas picadas, tempere levemente com sal e pimenta-do-reino e misture com uma colher para espalhar bem o tempero. Cubra e deixe marinar por pelo menos 30 minutos em local arejado. Enquanto isso, corte as fatias de pão em cubos irregulares, toste levemente no forno e reserve. Corte 1 laranja e 1 limão em em cubos de cerca de 1 cm . Envolva os cubos de frango na pancetta e distribua-os em 8 espetinhos, alternando com pedaços de pão e de laranja e limão. Coloque os espetinhos em uma assadeira forrada com papel-manteiga, polvilhe com pimenta-do-reino e leve ao forno por 15 minutos, girando de vez em quando para dourar de modo uniforme. Sirva com arroz branco, farofa e vinagrete à base de azeite de oliva, mostarda, suco de limão e tomilho.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 25 de novembro de 2010 em RECEITAS

 

VIVA MAIS E MELHOR COM A DIETA DA LONGEVIDADE !

A DIETA DO MEDITERRÂNEO .

Todos gostariam de viver num lugar que, fosse conhecido no mundo inteiro pelo fato de seus moradores apresentarem uma vida saudável e longa, com os menores índices de doenças. Este lugar existe é o mediterrâneo ! O lugar envolve vários países de três continentes diferentes – Itália, Espanha, Grécia, Iugoslávia, França e Albânia (da Europa), Egito, Líbia, Tunísia, Argélia e Marrocos (da África), Turquia, Israel, Síria e Líbano (da Ásia) – onde todos são banhados pelo mesmo Mar: o Mediterrâneo. Com diferentes culturas e com geografia diferenciada tem uma agricultura e bem parecida e conseqüentemente, seus hábitos alimentares, são praticamente os mesmos. A Dieta do Mediterrâneo conhecida mundialmente é basicamente composta, pelo alto consumo de frutas, hortaliças (verduras e legumes), cereais, leguminosas (grão-de-bico, lentilha), oleaginosas (amêndoas, azeitonas, nozes), peixes, leite e derivados (iogurte, queijos), vinho e azeite de oliva. A diferença para as outras dietas é, um baixo consumo de carne vermelha, gorduras de origem animal, produtos industrializados e doces (ricos em gordura e açúcar) e o alto consumo de peixes, azeite de oliva e o vinho tinto. Eis alguns benefícios dos alimentos, listados por especialistas em nutrição :

Frutas e hortaliças: por conterem grande quantidade de fibras e antioxidantes (como beta-caroteno, licopeno, vitaminas E e C) previnem o câncer.

Cereais: são essencialmente fornecedores de energia para o organismo; mas, se forem integrais, também contribuem com vitaminas do Complexo B, vitamina E, selênio e fibras.

Leguminosas: são fonte de fibras e proteínas vegetais. As fibras combatem a constipação, evitam o câncer do cólon e reto (regiões do intestino grosso) e diminuem o nível do colesterol “ruim” (LDL) prevenindo o aparecimento das doenças cardiovasculares.

Oleaginosas: por possuírem ácidos graxos mono e poliinsaturados, as oleaginosas reduzem a chance da pessoa desenvolver a hipercolesterolemia (colesterol alto no sangue). No entanto, quem faz um plano alimentar, com objetivo de emagrecer, não deve exceder em seu consumo, pois apesar das inúmeras vantagens, elas são muito calóricas.

Peixes: são ricos em ácidos graxos ômega – 3, dessa forma, atuam contra o aparecimento de uma variedade de doenças, incluindo hipertensão, aterosclerose, doenças do coração e câncer.

Iogurtes: além de serem fonte de cálcio, contém lactobacilos (microorganismos vivos). O cálcio contribui para a prevenção da osteoporose e os lactobacilos beneficiam nossa flora intestinal, combatendo os microorganismos patogênicos que possam estar presentes nos intestinos.

Vinho tinto: por possuírem uma alta quantidade de flavonóides (antioxidantes), o vinho tinto evita a formação de placas de gorduras na parte interna dos vasos sanguíneos (ateromas), e por conseqüência, diminui o risco para o desenvolvimento das doenças cardiovasculares. De acordo com a cultura mediterrânea, o consumo do vinho tinto deve ocorrer durante as refeições, pois a presença de alimentos ameniza os efeitos tóxicos do álcool no organismo.

Azeite de oliva: é rico em fenóis (antioxidantes) e em ácido graxo monoinsaturado, sendo que o último atua no aumento da taxa do colesterol “bom” (HDL), favorecendo nosso coração. Segundo o costume do povo mediterrâneo, o ideal é consumi-lo diariamente, para temperar as saladas, regar um peixe ou carne que irá assar, fazer um arroz… Mas, não podemos esquecer que o azeite, assim como qualquer outra gordura, é calórico. Portanto, seu consumo não deve ser exagerado!

Podemos observar que os alimentos que compõem a dieta mediterrânea são fontes de vitaminas, minerais, ácidos graxos mono e poliinsaturados, fibras e antioxidantes. Além disso, são facilmente encontrados aqui, no Brasil. Portanto, se desejamos ter uma vida longa, com saúde; devemos iniciar a introdução desses alimentos em nossas refeições diárias.

 
1 comentário

Publicado por em 24 de novembro de 2010 em GERAL

 

Hora certa para beber água.

Você sabia que … tomar água na hora correta maximiza os cuidados no corpo humano?

Dois copos de água depois de acordar ajuda a ativar os órgãos internos. Um copo de água 30 minutos antes de comer ajuda na digestão. Um copo de água antes de tomar banho ajuda a baixar a pressão sanguínea. Um copo de água antes de ir dormir evita ataques do coração.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 20 de novembro de 2010 em GERAL

 

Limpe seus rins por menos de R$ 1,00 .

Os anos passam e nossos rins vão filtrando nosso sangue para remover o sal e outros intoxicantes que entram no organismo. Com o tempo, o sal se acumula e precisamos de uma limpeza. Como fazer isso? De um modo simples e barato: Pegue um maço de salsa e lave bem. Corte bem picadinho e ponha em uma vasilha com água limpa. Ferva por 10 minutos e deixe esfriar. Coe, ponha em uma jarra com tampa e guarde na geladeira. Beba um copo todos os dias, e você vai perceber que o sal e outros venenos acumulados nos rins saem na urina. Você vai notar a diferença! Há muitos anos a salsa é reconhecida como o melhor tratamento de limpeza dos rins. E é um remédio natural! A salsa é uma das ervas com propriedades terapêuticas menos reconhecidas. Ela contém mais vitamina C do que qualquer outro vegetal da nossa culinária (166mg por 100g). Isso é três vezes mais que a laranja. A salsa contém também ferro (5.5mg /100g), manganésio (2.7mg / 100g), cálcio (245mg / 100g) e potássio (1mg / 100g) .. Sendo recomendada para pedra nos rins, reumatismo e cólica menstrual. Sua alta concentração de vitamina C ajuda na absorção de ferro. O suco de salsa, sendo uma bebida natural, pode ser tomado misturado com outros sucos, 3 vezes ao dia. As folhas podem ser mantidas no congelador, e seu uso é recomendo na culinária diária, pois além de saudáveis, dão ótimo sabor a qualquer receita. MUITO BOM PARA HIPERTENSOS.

 
4 Comentários

Publicado por em 11 de novembro de 2010 em GERAL

 

Torta cremosa de grão-de-bico.

Ingredientes:  massa : 1 e 1/2 xícara de grão-de-bico (270 g), 2 xícaras (chá) de leite (480 ml), 1/2 xícara (chá) de óleo , 1 e 1/2 xícara (chá) farinha de trigo (180 g), 4 ovos
1 colher (chá) de sal, 1 colher (sopa) de açúcar, 2 tabletes de fermento biológico ( 30g )
recheio : 2 cenouras médias raladas, 3 talos de salsão, 200 g de queijo de minas picado.

Modo de Preparo: Massa: coloque o grão-de-bico em uma panela de pressão. Junte 1,5 litro de água, tampe a panela e leve ao fogo. Cozinhe até o grão-de-bico ficar bem macio. Retire do fogo, tire a pressão e abra a panela. Escorra a água e reserve o grão-de-bico. Leve ao fogo uma panela com o leite até amornar. Retire do fogo, coloque no liquidificador, adicione o grão-de-bico (reserve 1/2 xícara chá), o óleo (reserve 1 colher de sopa), a farinha de trigo, os ovos, o sal e o açúcar. Bata até obter uma mistura homogênea. Adicione o fermento e bata apenas por alguns segundos. Cubra o copo do liquidificador com filme plástico e deixe descansar por 30 minutos, ou até a massa dobrar de volume. Passados 20 minutos, ligue o forno à temperatura média. Com o óleo reservado, unte uma assadeira retangular, de 23 cm x 33 cm, e polvilhe com farinha de trigo. Despeje a metade da massa e distribua o recheio. Cubra o restante da massa e espalhe o grão-de-bico reservado. Leve ao forno por 35 minutos, ou até a torta dourar. Retire do forno e sirva.

 
1 comentário

Publicado por em 19 de outubro de 2010 em RECEITAS